sábado, 15 de junho de 2019

A Vida Real Não Tem Graça

Até recentemente eu achava que a Casa da Moeda era assim:

Daí eu vi a Casa da Moeda de verdade na TV e fiquei decepcionado.

sábado, 8 de junho de 2019

Infecção Viral Máxima

Começou a campanha de vacinação contra gripe na delegacia.
Todos os anos eu evito, porque eu tenho medo.
Mas o chefe sempre arranja um jeito de colocar eu na fila.
Mesmo quando o chefe não me força a ir pra fila, o Detetive Morley e o Detetive Kelson conseguem me enganar, falando que é uma fila pra ganhar cerveja de graça.
Eu sempre caio nessa.
Dessa vez eles me falaram que era pra eu ir ver uma mulher fantasiada de enfermeira, que ia encostar em mim.
Daí eu não resisti e fui lá.
Pior que era verdade. Só que tinha uma agulha.
Daí doeu.
No ano que vem eu vou falar que, como eu sou vereador, eu não preciso me imunizar contra a gripe, porque eu já tenho Imunidade Parlamentar.
Obrigado.

sábado, 1 de junho de 2019

Inovações Tecnológicas Que Atualizam Até o Medo

Antigamente eu tinha medo de discos voadores.
Agora que eu sei que eles não existem, eu tenho medo de drones.
Especialmente drones alienígenas.
O meu maior medo não é de ser abduzido e os aliemnígenas enfiarem uma sonda em mim.
Até porque, pra caber no drone, os aliemnígenas teriam que ser bem pequenos, daí a sonda deles teria que ser bem pequena também.
Talvez a vítima nem percebesse.
É claro que isso depende da sensibilidade do rectum da vítima. Tem algumas vítimas que estão mais acostumadas.
Eu não, porque todas as vezes que eu fui abduzido, colocaram só um chips no meu nariz. Eu acho.
Enfim, o meu medo maior é porque o drone faz barulho de mosquito. Gigante.
Eu tenho mais medo de mosquito gigante do que de aliemnígena pequeno.
Apesar de que o próprio drone pode ser uma sonda retal aliemnígena. Gigante.
Pensando nessa possibilidade, eu vou ter que reescrever todo esse texto aqui.
Aguardem...

sábado, 25 de maio de 2019

Exclusão Social

Eu meio que cheguei à conclusão de que eu faço parte de uma minoria, porque só existe eu de mim.

sábado, 18 de maio de 2019

Perseguição Policial Sustentável

Nesse último natal o Papai Noel deu pra mim um ventilador que funciona com energia solar.
Isso é bem sustentável e reciclável, porque a própria força que carrega a bateria do ventilador é o próprio motivo pra eu usar ele.
Foi uma invenção genial do Papai Noel.
O ventilador só funciona quando tem sol, e é justamente nesse momento que eu preciso que ele funcione.
O aparato é de usar no pescoço, fazendo com que eu fique parecido com o Silviom Santosss:
Daí, quando eu preciso perseguir um bandido a pé pela rua, eu ligo esse ventilador.
Outro dia eu tentei colocar o ventilador atrás de mim, pra ver se a minha velocidade aumentava.
Isso não deu certo.
O que deu certo (de uma forma bem gozada) foi pegar o ventilador na mão e sair correndo com ele apontado na direção do bandido, como se fosse a minha arma.
O bandido acabou ficando com mais medo do que o normal (provavelmente achando que era um raio leizer do futuro) e começou a correr mais rápido.
Quando eu achei que não ia alcançar mais o bandido, porque eu mesmo corro beeeeem devagar, o bandido começou a passar mal e caiu no chão.
Quando eu alcancei ele, eu peguei o ventilador (ligado) e coloquei bem perto da cara dele, pra ver se ele acordava.
Isso deu certo, mas não porque o vento ajudou ele a acordar. Deu certo porque ele ficou com medo que eu fosse decepar o nariz dele com as hélices do ventilador.
Daí o bandido saiu correndo novamente, bem rápido. Eu segui ele novamente, bem devagar.
Daí ele caiu passando mal e eu repeti o procedimento do ventilador.
Isso se repetiu umas 10 vezes, até eu ficar puto e realmente usar o ventilador pra decepar o nariz dele.
Pra minha surpresa, o nariz do bandido era bem duro, e quem acabou decepado foi o ventilador.
Daí eu algemei o meliante, levei pra delegacia e falei pra ele que era pra comprar um ventilador novo pra mim.
Fiquei triste.

sábado, 11 de maio de 2019

Coisas que eu tenho medo (Categoria Século XXI)

- Drone
- Impressora 3D (creio que já fui clonado com esse negócio)
- Realidade Aumentada (eu não quero ver nada aumentado na frente da minha cara)
- Reconhecimento Facial
- Tela Touch (eu tenho nojinho de colocar o meu dedo em cima das impressões digitais das outras pessoas)
- Transplante de Rosto
- Matéria Escura
- Mozilla
- Nanotecnologia
- Pau de Selfie
- Selfie

sábado, 4 de maio de 2019

Adulteração de Documento

Quando a gente faz uma adulteração em um documento oficial, é crime.
Mas, quando a adulteração não compromete a informação, acaba se tornando uma gozação.
Sempre que eu escrevo um Boletim de Ocorrência da Polícia de Curitiba, eu mudo algumas palavras, com objetivo puramente gozacional.
Por exemplo, ontem, ao invés de escrever que a vítima estava em posição fetal, eu escrevi que ela estava em posição fecal.
Quem vai descrever isso meticulosamente (e com fotos pra ilustrar) é o relatório do IML.
Geralmente, quando eu gozo no Boletim de Ocorrência, as pessoas acham que eu só escrevi errado, porque eu reprovei em gramáctica na escola.
Falando em reprovar, uma vez eu coloquei no Boletim de Ocorrência só as notas do bandido. Só as da prova de física, porque o bandido tinha roubado um carro e se espatifou com o veículo contra um muro.
Outra vez, em uma apreensão de drogas, eu coloquei as notas de química.
São piadas bem elaboradas, mas o chefe não gosta muito.
Obrigado.

sábado, 27 de abril de 2019

Imunologia Digital

Eu acho que, além de existirem víruses de computador, deveriam existir também bactérias de computador.
Outra coisa importante: quando vocês aí da internet forem conectar aquele cabo azul, de rede, no computador, não se esqueçam de usar proteção nele.
Eu mesmo nunca peguei vírus, porque a minha conexão é discada.

sábado, 20 de abril de 2019

Gozação Profissional

O meu blógue acabou de receber, nesse exato momento em que vocês leitores estão lendo ele, o Certificado Internacional de Gozação.
Agora eu sou ISO 9 milhões.
Isso significa que eu posso pedir pro google me pagar dinheiro toda vez que eu escrevo alguma coisa. Qualquer coisa.
Se eu decidir escrever só a palavra "cotilédone" na minha próxima postagem, só assim, fora de contexto mesmo, o google vai ter que me pagar. Ou não.
Os leitores não precisam nem ler, porque, se a piada é conceitual, a recepção do público também pode ser conceitual.
E o meu pagamento pode ser conceitual também.
A propósito, eu vou deletar todo o blógue amanhã, então, todos os meus telespectadores tem só hoje para ler tudo que eu escrevi até agora nesses 30 anos de blógue.
Obrigado.

sábado, 13 de abril de 2019

A Mentira Tem Perna Curta

Teve uma perseguição policial outro dia. O meliante cometia crimes pela internet, enganando as pessoas e pedindo dinheiro pra elas.
Ele nunca fazia os crimes na casa dele. Sempre usava internéte da rua, tipo uai-fai de shopping.
Daí eu peguei ele em fragrante em uma Lã-Rauze.
Só que eu não consegui prender ele, porque, durante a abordagem, ele fugiu correndo.
Eu comecei a correr atrás dele, mas ele era um anão e conseguiu desviar dos transeuntes do shopping com muito mais facilidade do que eu.
Daí eu dei um tiro pra cima e todo mundo se abaixou.
Nessa hora eu consegui correr com muito mais alta velocidade do que o anão.
Só que, quando eu tava chegando bem perto, eu me lembrei que os crimes dele tinham a ver com mentiras.
E ele era um anão.
E a mentira tem perna curta.
Daí eu comecei a rir e passei mal.
Depois, quando eu acordei no hospital, eu vi que esse anão tinha um saite na internete.
Nesse saite, ele se dizia "micro empresário".
Daí eu passei mal novamente e o médico teve que me dar lidocaína.
Pode ser que isso seja ilegal, por causa do nome.
Sim, eu tenho preconceito.
Obrigado.

sábado, 6 de abril de 2019

Incoerência

A crença na terra plana tem se tornado um fenômeno global.

sábado, 30 de março de 2019

Mais Uma Invenção Para Entrar Nos Anais da Delegacia

Eu acabei de inventar mais uma invenção para entrar nos anais da delegacia.
Essa é para aqueles policiais que trabalham disfarçados de bandidos infiltrados nas gangues de Curitiba (operações ândercóver).
Então, ontem chegou aqui na delegacia uma impressora nova que permite customizar todos os aparatos policiológicos com a marca da polícia.
No mundo, existem 3 tipos de impressoras:
1) As impressoras 2D, que são as impressoras normais (que imprimem a imagem em uma superfície plana).
2) As impressoras 3D, que recortam coisas amorfas e transformam em um objecto tridimensional.
3) As impressoras 4D, que pegam o objeto criado na impressora 3D e imprimem imagens nas superfícies não planas deles.
Não me perguntem sobre a impressora 1D. Essa eu não sei.
Então, com a impressora nova, eu imaginei que daria pra pegar uma foto de uma pessoa e imprimir essa foto em cima do rosto de outra pessoa (o policial infiltrado).
Daí essa pessoa com a foto impressa na cara vai poder fingir com muito mais eficácia que ela é aquela pessoa de cuja foto foi impressa. Entenderam?
Eu vou fazer um experimento imprimindo a cara do chefe na minha própria cara.
Se eu conseguir andar pela delegacia dando ordens, é porque deu certo.
Se eu acordar no hospital, é porque deu errado.
Obrigado.

sábado, 23 de março de 2019

Festival de Theatro de Curityba - Vocês Acharam Que Eu Tinha Esquecido - Só Que Não

Devo destacar que algumas dessas imagens são destinadas especificamente ao público infantil de crianças. Depois elas têm pesadelos à noite. Eu também. Vejam só:






































sábado, 16 de março de 2019

Previsão de resultado para a eleição e a copa do mundo de 2019

Nas últimas eleições, toda vez que a televisão falava "Dilma", eu entendia "Gilma".
Foi por esse motivo que eu esqueci de ir votar.
Agora o TRE não para de telefonar pra mim.
Eu fiz também uma aposta que a Tchecoslováquia ia ganhar a copa do mundo e acabei perdendo.
Isso tudo foi desatenção.
Nas eleições e na copa de 2019 eu vou prestar mais atenção e vou ganhar.
Obrigado.

sábado, 9 de março de 2019

Direitos do Consumidor

Ontem eu comprei um pacote de bolacha de água e sal na banquinha da Dona Asma.
Geralmente eu compro Fandangos, só que, dessa vez, não tinha. Por causa da crise.
Daí aconteceu um negócio ruim:
De acordo com os dizeres no pacote, era pra ter uma bolacha de ÁGUA e SAL lá dentro.
Só que eu fui ver naquela tabela nutricional que aparece logo ali embaixo e, surpresaaaaaaa:

Não tem nenhum desses 2 itens.
Ainda por cima, tem gordura trans. Isso deve fazer parte de alguma conspiração para alterar partes do meu corpo.
Agora eu não sei qual órgão contactar.
Ou eu reclamo com o Procon ou com a Vigilância Sanitária.
Vai depender se eu sentir dor de barriga ou não.
Obrigado.

sábado, 2 de março de 2019

Química Criminal

Assim como existe um soro da verdade (substância química que faz com que as pessoas falem só a verdade), deveria existir também o soro da mentira (substância química que faz com que as pessoas mintam compulsivamente).
Obrigado.

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Não Quero Atualizar

A minha viatura é vintage.

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Intolerância = Polêmica

O tema da intolerância tem sido bem explorado ultimamente pela mídia, porque ele é meio polêmico. E é por esse motivo que eu coloquei as palavras "intolerância" e "polêmica" no título dessa postagem.
O objetivo é que as pessoas pesquisem essas palavras no google e caiam directamente no meu blógue.
Dessa forma, algum dia, o google vai dar dinheiro pra mim.
Bom, então vamos falar um pouquinho sobre intolerância:
O médico me falou que eu tenho intolerância à lactose.
Isso é bom, porque eu nem bebo leite mesmo.
Se eu tivesse intolerância ao glúten, eu não ia poder beber cerveja.
Daí isso ia fazer mal pra minha saúde.
Obrigado.

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Direitos Autorais

Só um alerta pros espertinhos que estão tentando hackear o meu blógue:
Se vocês conseguirem de factum fazer isso, vão herdar todos os processos que eu tenho de direitos autorais e uso indevido de imagem.
Obrigado.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Invisibilidade

Eu criei um novo aparato tecnológico que vai ajudar a polícia de Curitiba a pegar os bandidos em fragrante: Uniforme de Invisibilidade!!!
É um equipamento extremamente Rai-Téc, que eu construí a partir de restos de electrónicos que estavam sem uso pela polícia.
Como funciona???
Na realidade, é bem simples. Trata-se de uma artimanha de efeitos especiais projetados dentro de um óculos de realidade virtual.
Passo a passo:
1) Primeiro eu pego a minha filmadora Fílips e filmo um pouquinho da rua, com as pessoas andando, as pombas, os carros, o Oil Man e o Plá, que são figuraças essenciais de Curitiba. Só que eu não filmo nenhum policial (isso vai ser essencial no meu plano).
2) Eu pego essa gravação e coloco dentro do óculos de realidade virtual.
3) Eu coloco o óculos na cara do bandido (com auxílio de drogas, pra ele não perceber).
4) Eu ligo a realidade virtual e pimba! O bandido acha que está andando normalmente pelas ruas de Curitiba, pronto pra roubar alguma coisa.
5) Como eu não filmei nenhum policial nas ruas, o efetivo estará, de factum, invisível.
6) Vai ter uma arma de mentirinha, pra ele ficar andando e atirando, igual aos clássicos jogos "Dum" e "Nuke Dukem"
7) Quando ele for cometer o sinistro, eu dou voz de prisão na orelha dele.
8) O bandido não vai me ver, porque eu não faço parte do pacote gráfico. Só se atualizar o software. Dando dinheiro pra mim.

Isso que eu inventei é tão genial que eu vou lá na biblioteca fazer um registro de patente.
A expressão "fazer registro de patente" é bem gozada. Pode ser que eu comece a gozar e passe mal antes de conseguir registrar.
Eu vou ficar aqui mesmo.
Obrigado.

sábado, 26 de janeiro de 2019

Espécies de Árvores Nativas do Paraná Que Eu Tenho Medo

Outro dia o pessoal da delegacia fez uma apreensão de um contrabando de madeira. Daí eu tive que encaminhar tudo pra polícia florestal. No meio do relatório, eu comecei a ficar com medo das árvores, por causa desses nomes:
- Pinheiro Bravo
- Mandiocão
- Pau de Sangue
- Vassourão Preto
- Sangra d’Água
- Amendoim Bravo

Com o Pinheiro Bravo eu nunca tive problemas. Por outro lado, uma vez eu comi o Amendoim Bravo. Daí, enquanto ele entrava, parecia manso. Depois, na hora de sair, ele ficou bem bravo.
Ardeu.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Irregularidades

Outro dia um bandido espertinho falou pra mim que a minha viatura não estava seguindo as especificações técnicas do Inmetro.
Isso foi bem na hora que eu tava enfiando ele dentro do porta-malas pra levar pra delegacia.
Daí eu falei pra ele que o meu salário também não segue as especificações do Inmetro.
A carceragem da delegacia menos ainda.
Fin.

sábado, 12 de janeiro de 2019

Momento Língua Portuguêza - Dessa Vez Eu Prometo Que Vai Ser O Capítulo Final

Se o Mausoléu fosse algo do bem, ele ia se chamar "Bonzoléu".
Daí, ao invés de pensar em Poltergeists, eu ia pensar em "Bonzo" e ia gozar.
Fin.

sábado, 5 de janeiro de 2019

Carro do Sonho

Às vezes, ao invés de interceptar o bandido com a minha viatura com a sirene e o giroflex ligado, eu uso só o alto falante.
Só que, ao invés de dar voz de prisão, assim: "Aqui é a polícia! Pare em nome da lei!"
Eu dou voz de gozação, bem assim: "É o carro do sonho que está passando..."
Quando o bandido percebe que não é o carro do sonho de verdade, já é tarde demais.
Teve até bandido que tentou assaltar o suposto carro do sonho. Foi gozação em fragrante.
É gozado também quando eu faço o barulho da sirene com a minha própria boca pelo alto falante.
Alguns bandidos acham que é de verdade.
Tudo isso meio que poderia ser procedimento padrão da polícia de Curitiba.
Ou não.