sábado, 24 de setembro de 2011

Aliens

Eu não sei por que o pessoal chora tanto quando o E.T. vai embora no final do filme.
Eu particularmente acho que esse é o momento mais legal.
Inclusive, um pouco antes do E.T. voltar pra nave espacial, ele acende o dedo. Isso é pra lembrar o telespectador de que ele é perigoso.
Consequentemente, ir embora é bom.
Daí eu me lembro que, no cinema, eu fiquei puto.
Tava todo mundo chorando, daí eu falei: "Tá com peninha? Leva pra casa! Vai descobrir o que ele pode fazer com o dedo, vai!"
Pô, eu já passo o filme inteiro com medo, daí, na hora que é pra eu ficar feliz, o povo começa a chorar.
Eu fico puto com essas coisas.

sábado, 17 de setembro de 2011

Cupom do Coletão

Hoje eu tava limpando o meu armário da delegacia e descobri várias coisas legais que eu não me lembrava que eu tinha (a maioria era apreensão):
- Uma lancheira do Exterminador do Futuro (com a foto do Schwarzenegger).
- Um kit de café Damasco que eu ganhei no programa do Sicupira.
- Um CD dos Beckstritt Boys (não era meu).
- Um pôster do J. Malutrelli campeão da Eurocopa
(http://3.bp.blogspot.com/_EjqjeMqxXJA/S0oPJsJ8KuI/AAAAAAAAAIc/SFVRVDVd7MA/s320/malutrom.jpg).
- Um pacote daquele chiclete que tem um sorriso na capa (e que eu tenho medo).

O ítem mais importante que eu encontrei foi um cupom do Supermercado Coletão, que me dava direito a fazer compras de graça.
Só que no cupom dizia que eu precisava juntar 5 cupões pra conseguir comprar de graça.
Ou seja,eu vou ter que pedir pro pessoal da delegacia procurar cupões deles mesmos guardados e, daí, eu vou ter que subornar um por um pra me darem de presente.
Daí agora eu me lembrei que existe outro mercado que é tipo um Coletão, só que menor. O nome dele é Coletto.
Talvez no Coletto eu precise usar só um cupom.
Eu vou testar essa teoria.

sábado, 10 de setembro de 2011

O ato poéctico de gozar

Aaaaaahhhnnn, a vida, os carros na rua, os pássaros e as flores. Hoje eu começo a minha crônica especial de domingo com uma reflecsção filosófica: a arte de gozar e de ser um mestre da gozação é uma arte.

E é por isso que eu gostaria de homenagear aquele ator que faz o papel do Dark Veider, que ganhou o Prêmio da Gozação Cimnemactográphica 2006 pelo papel de Inspetor Gozadinni, naquele último filme do Stiven Sigal:





A propósito, eu sei que aqui eu já disse que tenho medo do Dark Veider. Eu não sou louco de botar a foto desse cara aí. Esse é o cara que só interprecta o Dark Veider nos cines. Eu tenho medo mesmo é do cara que era o Dark Veider na vida real.

Obrigado.

sábado, 3 de setembro de 2011

Jaspion

Eu gostava muito de assistir o Jaspion na TV.
Passava na rede Manchetti, que era a maior rede de televisão do Brasil.
Os melhores personagens do Jaspion eram:
- Tarzan Galáctico
- Satan Ghost
- MacGaiver

Eu me lembro que o Satan Ghost era meio que parecido com o Dark Veider, porque ele era do mal.
A partir dessa informação, é possível deduzir que o Tarzam Galáctico era meio que o Xiubáca.
Só que não.
Quem era o Xiubáca era aquele bicho peludo chamado Mia.
Esse bicho inclusive era o co-piloto do Jaspion.
Daí o bicho ficava falando: "Miiiaaaaa... miiiiiaaaa... miiiaaa..."
Isso meio que não era legal, por isso que eu gostei daquele episódio que a Mia fica do mal.
Nesse episódio, ao invés de falar "Mia", o bicho fala "Au au".
Eu sempre gostei das vilãs do jaspion, porque elas usavam menos roupa do que as outras personagens.
Tinha a bruxa intergaláctica Nilza, que falava "Biribikan Kadaganda, Biribikan Kadaganda, Biribikan Kadaganda... Chiquerááááááááá..."
Essa aí era velha, mas era gostosa.
Daí tinha também aquelas irmãs gêmeas que usavam uma bola na cabeça.
Essas aí eram de menor, só que hoje já dá pra pegar.
Tem um episódio que elas se juntam em um bicho só, daí eu fiquei com medo.